O que é argamassa armada e quais suas vantagens para a construção civil?

Argamassa armada

O que é argamassa armada e quais suas vantagens para a construção civil?

Você já ouviu falar sobre argamassa armada? Conheça esse material, as principais aplicações e vantagens para a construção civil.

O que é argamassa armada?

Existem diversos tipos de concreto que podem ser usados em construções, cada um mais indicado para determinados tipos de estruturas. Ao procurar saber mais sobre esses tipos de concreto, você certamente já ouviu falar sobre a argamassa armada.

Basicamente, a argamassa armada é um tipo de “concreto armado” feito de componentes de menor espessura. Isso significa que junto com a mistura de agregado miúdo, cimento, areia e água (que compõe a argamassa), é usada uma armação de aço com fios de pequeno diâmetro.

Vale ressaltar que, mais do que o agregado miúdo, também pode ser adicionado agregado graúdo, que conta com elementos de dimensões um pouco maiores. Nas armações, são utilizadas telas soldadas de aço, fios e barras de aço, além de telas construídas especialmente para a produção da argamassa armada.

Além das telas de aço soldadas, a argamassa armada também pode receber outros materiais como reforço. Uma opção interessante é o uso da sílica ativa, uma adição mineral que auxilia na resistência mecânica e na aderência ao substrato.

image1 (14)

A argamassa armada é um tipo de “concreto armado” leve composto por elementos de pequena espessura.

 

Quais as grandes vantagens da argamassa armada para a construção civil?

Pesquisas vem sendo feitas em todo o mundo para descobrir alternativas ao uso dos materiais metálicos nas telas de reforço. Entre as opções que vem sendo estudadas, estão as fibras ou microfibras de materiais poliméricos, vidro e carbono. O fato de poder trabalhar com esses tipos de materiais pode reforçar ainda mais as vantagens da argamassa armada.

A seguir, você vai saber mais sobre as principais vantagens dessa argamassa em relação aos outros tipos de concreto.

Flexibilidade

Por ser composta por materiais de pequena espessura, a argamassa armada é extremamente flexível e pode se adaptar a diversas formas diferentes. Nos quesitos elasticidade, fissuração e deformação de alongamento, tem vantagem até mesmo em relação ao ferro cimento fibrocimento.

Leveza

Com componentes que permitem construir estruturas leves, é ideal para obras que não podem ter muito peso, como pequenas embarcações marítimas.

Preço

A argamassa armada tem um custo mais baixo do que outros materiais disponíveis no mercado. Em terrenos firmes, ela pode oferecer uma economia de até 10% em relação ao concreto armado.

Maior conforto

Ela oferece isolamento térmico e acústico, garantindo não apenas conforto, mas também economia de energia elétrica e isolamento sonoro.

Durabilidade

Outra grande vantagem desse tipo de concreto é a durabilidade. Uma estrutura de argamassa armada pode durar até 40 anos se forem tomadas as medidas preventivas necessárias. Ainda é possível usar agentes inibidores de oxidação junto com telas galvanizadas, ou telas com armaduras soldadas ou protegidas por tinta epóxi, para evitar a corrosão.

Não exige mão de obra especializada

Outro fator que favorece a argamassa armada é a economia na hora da construção. Para trabalhar com esse material não é preciso ter ferramentas específicas. É possível fazer tudo com as próprias mãos devidamente protegidas por luvas de borracha.

Além disso, vale ressaltar, uma opção para fazer a armadura central dos muros e paredes é a tela de galinheiro galvanizada.

Onde utilizar a argamassa armada?

Considerada um tipo de material inovador, a argamassa armada foi descoberta no século XIX pelo agricultor francês Joseph-Louis Lambot. Segundo Lambot, esse é um tipo de concreto aperfeiçoado que pode ser usado no lugar da madeira nas construções navais e arquitetônicas, além de ser ideal para obras domésticas, nas quais se deve evitar umidade.

Atualmente, devido às vantagens, a argamassa armada é quase sempre usada na construção de estruturas de pequeno porte, como reservatórios de água, peitoris, estábulos, painéis de divisão ou telhados. Ela também pode ser uma excelente opção de reforço para alvenarias, visto que deixa as paredes mais resistentes.

Além dessas aplicações, pode ser utilizada também em barcos e embarcações marítimas menores.

Outro uso muito comum da argamassa armada é a construção de formas pré-moldadas para serem aplicadas em estruturas de concreto armado. Essa solução é excelente, pois a argamassa e o concreto têm uma ótima aderência e colaboração, o que deixa a construção muito mais segura e econômica.

Como destaque, na foto, o trabalho do arquiteto João Figueiras Lima, mais conhecido como Lelé, que emprega o conhecido sistema leve de aço. As suas construções agregam elementos leves e elementos pré-moldados de concreto armado e protendido.

Apesar da maior parte das suas criações terem sido feitas na cidade de Brasília, ele também foi o responsável pela construção de diversas fábricas em Salvador, mobiliários dos hospitais Sarah Kubitschek e prédios da UnB.

image2 (7)

Hospital da rede Sarah Kubitschek, do arquiteto João Figueiras Lima, que emprega em seus trabalhos o conhecido sistema leve de aço.

Agora que você sabe mais sobre a argamassa armada e quais as vantagens sobre os outros tipos de concreto, fica muito mais fácil saber se ela é a opção ideal para a sua construção.

Se você quiser saber mais sobre a Sílica Ativa e as principais características desse material, basta acessar este link.

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com os seus amigos nas redes sociais. Agradecemos pela leitura e até a próxima!

Plataforma BIM: quais as principais características e por que ela contribui para construções sustentáveis?
O que é cimento queimado e quais suas principais aplicações?